Tuberculose: doença do passado, presente e futuro.

A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa que atormenta os seres humanos desde os tempos neolíticos. Dois organismos são os principais causadores da tuberculose: o Mycobacterium tuberculosis e Mycobacterium bovis.

Médicos na Grécia antiga chamavam essa doença de “tísica” para refletir seu caráter devastador. Durante os séculos XVII e XVIII, a tuberculose foi determinante de cerca de 25% de todas as mortes na Europa.

Robert Koch foi quem isolou pela primeira vez o bacilo da tuberculose em 1882 e estabeleceu a tuberculose como uma doença infecciosa.

No século XIX, os pacientes foram isolados em sanatórios e receberam tratamentos como injetar ar na cavidade torácica.Tentativas foram feitas para diminuir o tamanho do pulmão por cirurgia chamada toracoplastia.

Durante a primeira metade do século passado, nenhum tratamento efetivo se mostrava disponível. A estreptomicina, o primeiro antibiótico para combater a tuberculose, foi introduzida em 1946, e a isoniazida (Laniazid, Nydrazid), originalmente um medicamento antidepressivo , tornou-se disponível em 1952.

O M. tuberculosis é uma bactéria de crescimento lento, que se apresenta em forma de bastonete. A parede celular tem grande concentração de ácido, o que o torna hidrofóbico, resistente a fluidos orais. Além disso, a parede absorve um certo corante utilizado na preparação de lâminas para exame ao microscópio e mantém essa cor vermelha apesar das tentativas de descoloração, daí o nome de bacilos álcool-ácido resistentes.
M. tuberculosis continua a matar milhões de pessoas anualmente em todo o mundo. A maioria dos casos de tuberculose ocorre em nações em desenvolvimento cuja população possui hábitos limitados de higiene, recursos de saúde escassos e um grande número de pessoas infectadas pelo HIV.
Nos Estados Unidos, a incidência da TB começou a declinar por volta de 1900, devido à melhoria das condições de vida. Porém, os casos de tuberculose começaram a aumentar desde 1985, provavelmente devido ao aumento da infecção e pelo HIV.
A afecção continua sendo um grande problema de saúde em todo o mundo. Em 2008, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estimou que um terço da população mundial estava infectada por bactérias da tuberculose. Com a disseminação da AIDS , a tuberculose continua a martirizar grandes populações. O surgimento de organismos resistentes a drogas ameaça tornar a doença novamente incurável.

Fonte: Portal emedicine Health

Traduzido por: José Moreira dos Santos Netto